A importância do alho na prevenção de doenças

25.04
2018

A importância do alho na prevenção de doenças

Prevenção

Desde os primórdios da humanidade, o alho é considerado um dos melhores condimentos na gastronomia devido ao seu sabor particular, já que cai muito bem com várias receitas. Além disso, desde a época dos faraós também já se conhecia o alho pelas suas propriedades medicinais, favorecendo a saúde de diversas maneiras. As culturas indiana, grega e romana também percebiam que a planta continha propriedades terapêuticas e nutricionais. Documentos chineses de 3 mil anos, anotados por Marco Polo falam do uso do alho para desintoxicação.

Sorte que a ciência não se esqueceu dos escritos deixados pelos antigos e, cada vez mais, leva o alho à mesa do laboratório, comprovando cada vez mais a sua eficácia.

O primeiro a escrever o efeito bactericida deste alimento foi o cientista francês Louis Pasteur, nome importante na historia da química  e da medicina. Ele mostrou em laboratório que o alho interrompia o crescimento de bactérias. Isso motivou seu uso nas grandes guerras, pelo seu efeito antisséptico. Foi usado nos cuidados com doentes e feridos em combate.

De fato, a Alicina – substância presente na planta- tem ação bactericida em infecções de pele como a furunculose e ação antiviral comprovada contra o vírus da gripe. O alho é um vegetal rico em vitamina C e magnésio. Por isso é usado constantemente para fortalecer o sistema imunológico e diminuir de forma eficiente a frequência, gravidade e tempo de recuperação dos sintomas de gripes e resfriados.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, o risco de homens que comem mais alho e cebola em desenvolver câncer de próstata é 50% menor que os que não fazem o uso destes vegetais em sua dieta.

O alho promove a boa circulação, tornando o sangue mais fluido, e evita obstruções nas paredes das veias e artérias, uma das principais causas de infartos e derrames cerebrais. Com isso, é eficiente para reduzir a pressão arterial, dando menos trabalho para o coração bombear, o que ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares. Além disso, ajuda a regular o colesterol e os triglicérides, taxas sempre associadas a doenças cardíacas.

Porém, como qualquer alimento, não deve ser consumido em excesso, pois pode trazer efeitos colaterais, como mau hálito e problemas intestinais.

Ligue e agende seu exame

21 4108 6800

21 98208 6800